Abordagem Notícias
Unifio
POLÍCIA • 01/05/2023

Morte de caseiro em cooperativa é tratada como latrocínio

No local, na Água da Fortuna, funciona a cooperativa de reciclagem de lixo Acamarvia.

Morte de caseiro em cooperativa é tratada como latrocínio

A Polícia Civil está empenhada nas investigações sobre o assassinato do caseiro, José Monteiro, de 50 anos, encontrado com sinais de violência na Água da Fortuna, zona rural de Assis-SP, nesse último final de semana. O caso é tratado como latrocínio (roubo seguido de morte). No local foi constatado que houve a subtração da bomba do poço artesiano, uma máquina de solda e uma lixadeira.

No dia 14 de fevereiro desse ano, houve um furto na mesma propriedade, quando foi subtraída, também, uma bomba do poço artesiano. No endereço funciona a cooperativa de reciclagem de lixo, Acamarvia (Associação dos Catadores de Materiais Reciclados Voluntariados de Assis), pertencente ao município, local onde José Monteiro trabalhava, morava e pedeu a vida. É possível que haja uma conexão entre os dois crimes (furto e latrocínio), considerando o fato de que ambos ocorreram no mesmo local e envolveram a subtração de bens. 

A princípio não foi encontrado nada de relevante para a investigação, já que a cooperativa não possui câmeras de vigilância, propriedades vizinhas, e tampouco testemunhas dos fatos, contudo, o IC foi acionado e compareceu para realizar perícia e colher amostras de sangue na porta do contêiner, que servia de moradia. Foi apreendido, ainda, um cabo de machado que ali se encontrava.

O caso segue em aberto e a polícia prossegue no trabalho de identificação e prisão dos responsáveis pelo bárbaro crime.Quaisquer informações sobre o crime podem ser passadas à polícia, sob a garantia do anonimato. 

Fonte: Redação




lena pilates
Pharmacia Antiga