Abordagem Notícias
SANTA CASA
POLÍCIA • 22/08/2023

Caminhão baú causa tragédia com 4 mortos e 4 feridos graves

A colisão aconteceu em Campos Novos Paulista-SP.

Caminhão baú causa tragédia com 4 mortos e 4 feridos graves

Quatro pessoas perderam a vida em um grave acidente ocorrido na tarde de segunda-feira, dia 21, na rodovia BR 153, próximo ao trevo de Campos Novos Paulista-SP, por volta das 13 horas. O acidente envolveu cinco veículos e foi causado por um caminhão baú que perdeu o controle. O motorista responsável pelo acidente será preso após receber alta hospitalar e está sob escolta policial.

As vítimas fatais foram identificadas como João Bacochina, de 80 anos, Adelina Pasqualino Bacochina, de 79 anos, Vilma Aparecida Bacochina Carrara, de 56 anos, e Luís Gustavo Araujo de Castro, de 35 anos. Além disso, outras quatro pessoas ficaram gravemente feridas no acidente. Vilma era professora em Ipaussu, enquanto João e Adelina eram seus pais. Luís Gustavo era natural de Oriente-SP.

As pessoas, com ferimentos graves, são: Lucas Seabra Goulart da Silva, 23 anos, Silvana Seabra Goulart da Silva, 53 anos, Claudino Lopes, 56 anos, Pedro Paulo Carrara, 62 anos. 

A dinâmica do acidente ocorreu no trecho do KM 300 da Rodovia BR 153, onde são realizadas obras e operação de pare e siga. Naquele momento, o trânsito estava interditado no sentido Ourinhos-Marília, com os veículos parados na seguinte ordem: um caminhão trator acoplado a um semi-reboque sider, um VW Gol de cor verde, um GM Ônix de cor prata e um Fiat Uno de cor branca.

O condutor do veículo VW, modelo 8-150, baú, cor branca, placas GSH-6844 da cidade de Patrocínio/MG, identificado como José Baldoino de Rezende, de 74 anos, seguia no sentido Ourinhos-Marília. Após cumprimentar o funcionário que sinalizava a necessidade de reduzir a velocidade devido às obras, ele ultrapassou o caminhão Volvo FH, cor branca, placas RHJ-3A76.

No entanto, sem acionar os freios, o caminhão colidiu com a traseira do veículo Fiat Uno, que foi arremessado para fora da faixa de rolamento. Essa colisão resultou na morte do condutor, Luís Gustavo Araújo de Castro.

Após a colisão, o veículo conduzido por José Baldoino se sobrepôs ao GM Ônix, empurrando-o para o lado direito do caminhão trator acoplado a um semi-reboque sider, também fora da faixa de rolamento. Essa ação causou a morte de Vilma Aparecida Bacochina Carrara, João Bacochina e Adelina Bacochina, além de deixar o condutor do veículo, Pedro Paulo Carrara, esposo de Vilma, com graves lesões corporais.

Por fim, o caminhão colidiu com Gol, fazendo com que o carro virasse sobre a faixa de rolamento e se chocasse contra o para-choques do caminhão trator acoplado a um semi-reboque sider que estava à sua frente. Logo em seguida, o Gol parou do lado esquerdo do caminhão, no sentido contrário da via, após atingir um ambulante que vendia doces no local.

Durante a vistoria do veículo VW conduzido por José Baldoino, ao analisar o tacógrafo, constatou-se que no momento do acidente o caminhão trafegava a uma velocidade de 100 km/h, superior à velocidade permitida de 80 km/h de acordo com as sinalizações existentes na via. O motorista foi submetido ao teste de etilômetro, que teve resultado negativo. Ele sofreu ferimentos de natureza leve. 

Fonte: Redação - Foto cedida por Dário Miguel/Portal Diário Cidadão




lena pilates
Pharmacia Antiga