Abordagem Notícias
Unicesumar
POLÍCIA • 07/12/2022

Casal morre e deixa bebê de três meses; ela era de Rancharia

Maria Clara lutava pela vida desde o dia 05. Luan morreu na hora.

Casal morre e deixa bebê de três meses; ela era de Rancharia

Morreu no Hospital Universitário de Maringá, Maria Clara Chimirri Watanabe, de 29 anos, que estava hospitalizada desde a última segunda-feira, 05, quando sofreu um grave acidente de trânsito na PR-317, entre Iguaraçu e Maringá, cidade onde residia desde que se mudou de Rancharia-SP. 

Maria Clara, seu marido e o filho, de apenas 3 meses, ocupavam um carro que bateu de frente com uma carreta. Luan Rezende de 29 anos, morreu na hora. Já a mulher foi socorrida, em estado gravíssimo, e chegou a apresentar uma parada cardiorrespiratória no local do acidente, que foi revertida pelos socorristas. Logo após, Maria foi encaminhada ao HU, de helicóptero. 

Nesta manhã de quarta-feira, 07, a sobrevivente não mais resistiu e foi a óbito. O bebê não sofreu ferimentos. 

Maria era servidora municipal em Maringá e prefeitura lamentou o falecimento por meio de uma nota:

"A Prefeitura de Maringá, por meio do prefeito Ulisses Maia, lamenta o falecimento da servidora municipal Maria Clara Chimirri Watanabe, vítima de acidente de trânsito ocorrido na segunda-feira (05). Ela estava internada na UTI do Hospital Universitário, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã desta quarta-feira (07). Maria Clara era servidora há mais de três anos e atuava no Espaço do Empreendedor da Secretaria de Trabalho, Renda e Agricultura Familiar (Setrab), com zelo e dedicação. O marido dela, Luan Rezende, também faleceu no acidente. O casal deixa um filho de três meses. A gestão municipal se solidariza com os familiares, amigos e servidores do Espaço do Empreendedor".

Natural de Rancharia, Maria Clara era filha do comerciante José Ricardo Watanabe (Mikinho), já falecido, e Regina Chimirri. À família enlutada nossos sentimentos. 

 

 

Fonte: Redação - fotos Eduardo Leandro