Abordagem Notícias
Unifio
POLÍCIA • 22/02/2024

Polícia desmonta ORCRIM do tráfico internacional de drogas em Paraguaçu Paulista e Anicuns

As polícias Civil e Federal deflagram operações redneck supply e autogiro.

Polícia desmonta ORCRIM do tráfico internacional de drogas em Paraguaçu Paulista e Anicuns

Na madrugada desta quinta-feira, 22 de fevereiro, uma ofensiva coordenada entre a Polícia Civil do Estado de São Paulo e a Polícia Federal resultou na deflagração simultânea das Operações ‘Redneck Supply’ (tradução livre “abastecimento caipira') e Autogiro (invento precursor do helicóptero). O objetivo: desbaratar uma organização criminosa especializada no tráfico interestadual e internacional de drogas, com atuação aérea, além de associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e homicídio doloso na região de Paraguaçu Paulista.

A parte da operação conduzida pela Polícia Civil, através da 2ª Delegacia de Polícia de Investigações Sobre Entorpecentes da DEIC, focou no cumprimento de 13 mandados de prisão temporária e 25 mandados de busca e apreensão domiciliar emitidos pela Justiça Estadual de Paraguaçu Paulista. Simultaneamente, a Polícia Federal, por meio da Delegacia de Repressão a Drogas de Goiânia, agiu para executar outros 5 mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca domiciliar expedidos pela Vara Federal de Goiânia.

O desdobramento da investigação revelou uma intrincada ORCRIM (Organização Criminosa) dedicada ao tráfico de drogas, com bases logísticas em Paraguaçu Paulista (SP) e Anicuns (GO), utilizadas para reabastecer aeronaves e distribuir a droga para grandes centros urbanos por via terrestre.

O ponto de partida para as investigações da Polícia Civil foram dois incidentes registrados na Delegacia de Polícia de Paraguaçu Paulista: o desaparecimento de uma pessoa e de um veículo, e a falsa comunicação de furto de uma Fiat Strada, ambos veículos encontrados incendiados na zona rural. Descobriu-se que o desaparecido fazia parte da organização criminosa e foi submetido a um "Tribunal do Crime" por ter participado do roubo de uma carga de 250 quilos de cocaína da ORCRIM em abril de 2023.

As investigações, que combinaram tecnologia e métodos tradicionais, confirmaram o uso da chamada "rota caipira" para o transporte aéreo. Durante o curso da operação, 270 quilos de cocaína foram apreendidos na região de Paraguaçu Paulista, resultando na prisão de um dos membros da organização.

A ORCRIM utilizava oito helicópteros para o transporte clandestino de drogas, agora apreendidos, causando um prejuízo estimado em cerca de 20 milhões de reais, considerando o valor médio de cada aeronave.

A investigação conjunta das Polícias Judiciárias Estadual e Federal identificou uma hierarquia dentro da organização, com divisão de tarefas e uma estrutura sofisticada, incluindo financiadores, liderança, mecânicos de aeronaves, pilotos e apoiadores logísticos para o reabastecimento dos helicópteros.

O resultado das operações conjuntas inclui a apreensão de 676 quilos de cocaína e a prisão de duas pessoas, representando um valor superior a 23 milhões de reais. No âmbito da Justiça Federal, estão sendo cumpridos mandados de prisão temporária contra pilotos e mecânicos de veículos pesados envolvidos na manutenção dos helicópteros utilizados na rota caipira.

A operação mobilizou 120 policiais civis, além do efetivo da Polícia Federal e do Grupo Aeronáutico do Estado do Paraná, demonstrando a eficácia da ação integrada no combate ao crime organizado.

Fonte: redação - fotos cedidas pela Polícia Civil




lena pilates
Pharmacia Antiga