NOTÍCIA

25/11/2019

Gugu Liberato esteve em Assis há oito anos para entrega de casa

O apresentador atendeu a carta de uma adolescente, pelo programa Sonhar mais um Sonho.


Gugu Liberato esteve em Assis há oito anos para entrega de casa

Em fevereiro de 2011, o apresentador Gugu Liberato esteve em Assis para entregar uma casa à Neuza Franzon e sua filha Ágata. O prêmio saiu para as assisenses depois que a carta da adolescente, enviada ao quadro  “Sonhar mais um Sonho”, da Rede Record, foi escolhida.

O trabalho envolveu pelo menos 30 profissionais e mudou completamente a rotina do bairro Assis II. Foram meses de construção/surpresa para todos, pois o local ficou "camuflado", impedindo a visualização. No dia da entrega, chovia muito, mas o quadro foi gravado assim mesmo.

Por volta das 12h30 de 23 de fevereiro, o apresentador Gugu chegou ao bairro com sua equipe de produção, e havia gente até em cima de árvores para vê-lo.  Logo, um carro, também da Record chegou à casa com as moradoras, que estiveram hospedadas fora de Assis, com tudo pago pela programa. Mãe e filha demosntraram muita emoção ao ver a casa - que ficou muito acima do sonho que tinham, e também com a presença do carismático Gugu, que percorreu todas as instalações e demonstrou algumas das tantas surpresas.

Para a construção da nova residência, a antiga foi derrubada por completo. Todos os móveis foram doados pela emissora. Na ocasião, Agatha tinha 13 anos. A menina, que fazia parte de um grupo de dança de rua da cidade, o Art Company, e sonhava em ser bailarina, vivia com a mãe em uma casa simples e cheia de problemas estruturais. Além de uma sala de dança - já estreada na visita de Gugu, a nova casa da jovem apresentou outras surpresas para ela e sua mãe.

Feliz da vida com o presente, Ágata resolveu dar o nome de Gugu a uma árvore que foi mantida na propriedade. 

Gugu Liberato morreu, aos 60 anos de idade, em  22 de novembro de 2019, quando tentava trocar o filtro do ar condicionado de sua casa em Orlando, na Flórida, onde morava com a mulher e três filhos adolescentes. 
Para Assis, fica a tristeza de uma morte tão precoce e trágica, e a lembrança da tão animada visita.

 

Abordagem

Foto Jornal Voz da Terra



Compartilhe: