NOTÍCIA

13/04/2018

Integrantes de facção presos em chácara são julgados e condenados em Assis

As penas variam de 12 anos e meio a 17 anos e 3 meses.


Integrantes de facção presos em chácara são julgados e condenados em Assis

Em 09 de março de 2017, homens e adolescentes pertencentes a uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios foram presos em uma chácara, em Assis. Na ocasião, eles, que estavam muito bem municiados, trocaram tiros com a polícia.

Ontem, 12 de abril, todos os 17 indiciados foram condenados em 1º instância no Fórum da Comarca de Assis. As penas variam de 12 anos e meio a 17 anos e 3 meses de prisão em regime fechado.

Na operação conjunta, as polícias civil e militar frustraram a reunião do PCC, prenderam o grupo, apreendem um revólver, uma submetralhadora e quase 3 kg de droga.

O flagrante foi possível devido as informações de que estaria havendo uma reunião de dezenas de pessoas pertencentes à organização criminosa, na zona rural do município de Assis. As polícias rapidamente uniram esforços e montaram uma grande Operação Conjunta. Assim que chegaram ao local do evento os policiais confirmaram a veracidade das informações, uma vez que havia dezenas de pessoas reunidas, as quais, ao perceberem a aproximação das equipes policiais tentaram fugir, algumas à pé, embrenhando-se na mata e no canavial existentes nas proximidades, e outras se utilizando de automóveis. 

Dois dos indivíduos que tentaram fugir com veículos atentaram contra a vida de um policial militar, uma vez que desobedeceram a ordem de parada, arremessando o carro contra o PM, e ainda efetuaram disparos de arma de fogo, os quais foram revidados por ele.

Com essa ação, os bandidos conseguiram empreender fuga do local, mas foram abordados por outra equipe, momento em que foi localizado o revólver calibre 38, com numeração suprimida, com capacidade de cinco tiros, contendo três munições intactas e duas deflagradas, usado para atirar contra o militar.

Constatou-se que um dos ocupantes do veículo foi atingido por um dos disparos efetuados pelo policial no momento de sua defesa. O infrator foi socorrido e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento do município de Assis. 

Na Operação Conjunta, além do revólver acima descrito, foram apreendidos uma submetralhadora calibre 9mm sem marca e sem numeração aparente, com oito munições intactas;  uma munição de fuzil calibre .762; oito munições de fuzil calibre.223; dois tijolos de maconha totalizando quase 3 Kg da droga; seis automóveis e quatro motocicletas, das quais uma era produto de furto.

Os ocupantes do veículo foram autuados por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de droga e organização criminosa, sendo que os outros detidos foram autuados por tráfico de droga, associação para o tráfico de droga e organização criminosa.  

Presos estão desde o crime, presos continuarão.

Chácara onde o grupo estava reunido para articular crimes em Assis e região.

Viaturas cercaram a propriedade rural, numa grante operação conjunta.

Tudo o que foi apreendido foi levado à Central de Polícia Judiciária de Assis, incluindo carros e motos.

 

Redação Abordagem Notícias, com fotos cedidas pela PM e Equipe The Brothers, na ocasião dos fatos.



Compartilhe: