Abordagem Notícias
Unicesumar
LOCAL • 24/09/2022

Professora da FEMA ministra palestra sobre Educação Midiática no Hospital Regional de Assis

O objetivo foi oferecer aos funcionários oportunidade de interação.

Professora da FEMA ministra palestra sobre Educação Midiática no Hospital Regional de Assis

A professora do curso de Publicidade e Propaganda da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), Ma. Gisele Maria Silveira Constantino, realizou uma palestra sobre Educação Midiática no Hospital Regional de Assis (HRA), durante a manhã do dia 16 de setembro de 2022. Cerca de 25 pessoas participaram do bate-papo, sendo um público composto por diretores, gerentes e funcionários de todas as áreas do hospital.

O objetivo da palestra foi instigar os funcionários a adotarem um processo de comunicação com mais oportunidades de interação e torná-los aptos a consumir e se comunicar claramente no dia a dia. Segundo a Diretora Técnica da Gerência de Recursos Humanos do HRA, Margarete Aparecida dos Santos Nobile Ribeiro, as notícias falsas têm um grande poder viral e se espalham rapidamente. Por isso, é necessário o domínio da comunicação e um cuidado maior no compartilhamento de informação.

“Seja em forma de texto, imagens ou vídeos, um pequeno descuido na comunicação pode minar a credibilidade das informações que realmente atendem o interesse público, ou seja, as notícias reais. O que temos a levar dessa palestra é que o processo de comunicação midiática é muito importante, rápido e eficiente, porém é necessário termos cuidado com o próximo e com a forma que passamos as informações, afinal nunca sabemos como uma mensagem vai afetar as outras pessoas. Acima de tudo, nunca devemos nos esquecer da empatia”, declara Margarete.

De acordo com Gisele, na palestra foram abordadas questões como, o impacto e a quantidade de informações recebidas diariamente, tanto no ambiente digital como fora dele, e a responsabilidade de cada um com aquilo que é consumido, produzido ou até mesmo compartilhado nas redes sociais.

“A análise crítica do que recebemos e com o que interagimos deve permear as nossas ações, tanto no trabalho, como na vida pessoal. O objetivo do bate-papo foi instigar o questionamento, a discussão e uma postura de combate à desinformação. Penso que foi uma troca extremamente produtiva, que provocou um debate enriquecedor para todos os presentes, e por isso quero registrar aqui meus agradecimentos à Margarete Nobile, gerente de RH do hospital, à Dra. Lenilda e a todos os envolvidos, pelo convite e pela recepção calorosa”, finaliza a professora.

 

Assessoria Fema



WEB5