NOTÍCIA

09/06/2021

Morre fundadora do 'Meu Anjo Daniel', depois de anos de luta em prol de tantas famílias

Tânia não resistiu a uma pneumonia bacteriana bastante agravada.


Morre fundadora do 'Meu Anjo Daniel', depois de anos de luta em prol de tantas famílias

É com muito pesar que noticiamos hoje a morte de uma mulher que realmente fez a diferença em Assis para centenas de gestantes e suas famílias. Tânia Regina de Oliveira Ferreira, de 46 anos, fundadora do Projeto Meu Anjo Daniel, morreu nesta madrugada de 09 de junho, depois de algumas semanas internadas na Santa Casa de Misericórdia de Assis, onde tratava de uma pneumonia bacteriana severa. Nas redes sociais, o pai dela confirmou que houve também um teste positivo para Covid-19, diferente do que disse inicialmente o filho. 

Sem dúvida alguma, foi através de Tânia que centenas de famílias conseguiram seu sustento nesses últimos anos. O projeto, criado em 2013, não se limitou a entregar enxovais para mães, mas também ofereceu a elas a oportunidade de sustentarem  e criarem seus filhos com dignidade, através de vários cursos profissionalizantes, com direito a certificados e festas de formaturas.

Incontáveis são as festas no Dia das Crianças e Páscoa e Natal promovidas por Tânia, que juntamente com as voluntárias do projeto entregava presentes às crianças carentes. Incontáveis também, a quantidade de enxovais e cestas básicas entregues para tantas famílias. 

Meu Anjo Daniel

O projeto nasceu por meio da perda de um filho, por erro médico.  A partir da triste história do recém-nascido, Daniel, Tânia transformou sua dor em força para ajudar àquelas que também viriam a ser mães.  No início, seu objetivo era auxiliar as mães grávidas na luta de um atendimento de saúde decente e no auxílio do enxoval, mas com o tempo, outras pessoas decidiram participar dessa responsabilidade social pelo desejo de ajudar alguém, dedicando seu tempo, sem remuneração alguma, tornando-se voluntárias, as quais, com generosidade e boa vontade, se dispuseram a ir além dos objetivos primeiros.

Ao longo dos anos, Tânia enfrentou grandes dificuldades financeiras, mas se manteve firme no voluntariado, com uma incrível força de vontade em ajudar. Nas últimas eleições ela chegou a se candidatar ao cargo de vereadora, mas não venceu. 

Tânia, esse grande nome no voluntariado, era casada com Jeferson Bahis Ferreira e deixa os filhos Hicauan Oliveira da Silva, Isaque Oliveira da Silva e Anna Sophia Oliveira Ferreira, ainda pequena.

A equipe Abordagem Notícias sente muito essa grande perda. Tânia era leitora assídua do site e grande colaboradora no que diz respeito às divulgações das notícias. 

Em breve informações sobre velório e sepultamento.

 

Abordagem



Compartilhe: