Abordagem Notícias
Unifio
ATAQUE • 09/05/2024

Adolescente português é detido por ataque que vitimou estudante em escola de SP

O jovem disseminava ideias nazistas e teria ordenado massacres.

Adolescente português é detido por ataque que vitimou estudante em escola de SP

Um adolescente português, com 17 anos de idade, foi detido em Lisboa no dia 3 de maio, sob suspeita de envolvimento em crimes de ódio no Brasil. As autoridades alegam que ele teria coordenado tais atividades a partir de duas localidades próximas ao Porto, em Portugal.

A investigação aponta o jovem como possível mentor do ataque ocorrido em outubro de 2023, em uma escola em São Paulo, onde a estudante Giovanna Bezerra Silva, de 17 anos, foi fatalmente atingida. Na ocasião, um adolescente de 16 anos entrou armado em uma instituição de ensino em Sapopemba, resultando na morte da estudante e em ferimentos a outras duas pessoas. Ele foi apreendido, e seu pai foi indiciado, visto que a arma pertencia a ele.

A prisão do jovem português foi realizada em uma operação conduzida pela Polícia Judiciária (PJ), em colaboração com a Polícia Federal do Brasil. Segundo informações da PJ, o adolescente estaria propagando ideais nazistas na internet e administrando um grupo na plataforma Discord para orientar potenciais agressores. Além disso, as investigações revelaram que ele também incentivava atos de violência grave e o compartilhamento de material de abuso infantil.

O suspeito está sendo investigado por diversos crimes, incluindo homicídio qualificado, pornografia infantil, lesões corporais graves, discriminação, incitação ao ódio e à violência. Recentemente, um indivíduo suspeito de ser seu cúmplice foi detido no Pará. Apesar de a maioridade civil em Portugal ser estabelecida aos 18 anos, a responsabilidade penal começa aos 16 anos, o que implica que o suspeito responderá criminalmente por suas ações.

 

Fonte: redação - fotos internet




lena pilates
Pharmacia Antiga