Abordagem Notícias
UNOPAR/ANHANGUERA
ASSIS-SP • 29/11/2023

Futuros moradores de residencial reclamam de lixo e cavalos soltos

Eles ainda não pegaram as chaves, mas já estão incomodados com a situação.

Futuros moradores de residencial reclamam de lixo e cavalos soltos

Futuros moradores do condomínio Residencial Assis Garden - na Rua Grisanto Barchi, mesmo antes de ocuparem as casas já enfrentam um problema de ordem ambiental. Móveis velhos misturados com lixo são despejados próximos à linha de trem, enquanto recicláveis são acumulados perigosamente ao longo da ferrovia. Um cercado, improvisado, destinado a abrigar cavalos apenas intensifica a sujeira, afetando não só a estética do local, mas também a qualidade de vida dos donos das moradias, cujas chaves são aguardadas. 

Apesar das tentativas contínuas dos moradores em resolver a situação, a resposta das autoridades locais tem sido insuficiente, segundo apontam alguns deles. A presença de cavalos soltos,que se aventuram a pastar nos gramados do condomínio, e o acúmulo de fezes que geram têm resultado em desconforto e frustração entre os proprietários dos imóveis do Assis Garden.

Em busca de uma solução, moradores têm entrado em contato com o portal Abordagem Notícias, buscando apoio na exposição desse problema, na esperança de atrair a atenção das autoridades competentes. É destacada a degradação da beleza da frente do condomínio e a urgência de intervenção por parte da prefeitura de Assis.

"Já procuramos a prefeitura, vereador, mas está complicado, porque, além de ali estar sendo jogado móveis velhos, madeiras e lixo de todo tipo, em lugares inapropriados, a vila está ficando mal vista. Além disso, ainda fazem mais cercado para colocarem reciclagem, montar entulhos, então está ficando um lugar muito sujo. Fizeram mais cercado do que já tinha, em cima da linha do trem, para por os cavalos que ficam soltos, reclama uma moradora, em nome de outros proprietários de imóveis. Ela relata que, em contato com a prefeitura, foi passado o número de uma empresa, a qual não lhe deu retorno. 

Ao investigar essa situação, a reportagem tentou entrar em contato com o responsável pelao recolhimento de animais nas ruas de Assis, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

A comunidade do residencial aguarda uma ação eficaz para resolver esse problema ambiental e preservar a qualidade de vida dos futuros moradores, que há pouco tempo foram liberados pra mexer nas casas, mas ainda aguardam as chaves para, enfim, realizarem o sonho da casa própria, em data até então, incerta. 

Fonte: redação