Abordagem Notícias
SANTA CASA
REGIÃO • 24/11/2023

Quadrilha aplica golpe de massageadores em idosos de Platina-SP

Mais de 10 casas foram visitadas pelos criminosos, que se passam por representantes da Saúde.

Quadrilha aplica golpe de massageadores em idosos de Platina-SP

Nos últimos dias, em Platina-SP, mais de dez idosos relataram ter caído em um golpe engendrado por uma quadrilha que se passa por vendedores de massageadores. O modus operandi dos criminosos é descrito como bem elaborado e direcionado principalmente a idosos, muitos dos quais vivem sozinhos, não são totalmente esclarecidos e tendem a confiar facilmente.

De acordo com relatos, a quadrilha chega em uma Van, geralmente em grupos de oito, e aborda as residências em duplas, vestindo-se com jaleco e roupa social para criar uma fachada de profissionalismo. Ao identificar problemas de saúde nos idosos, o que é bem comum, oferecem os produtos e fazem praticamente uma “lavagem cerebral”, com a astúcia de quem vive e esse especializa em golpes.

Em um dos casos, os falsários apresentaram dois aparelhos "milagrosos" de massagem e pressionam o casal de idosos a efetuar o pagamento. Davi Divino Maschio, de 66 anos, residente na cidade, foi um dos prejudicado pela artimanha da quadrilha. Ele comprou dois massageadores por R$ 4 mil após os golpistas consultarem a esposa sobre a quantia disponível na carteira.

O produto oferecido é, na realidade, um massageador de valor muito inferior ao cobrado, aumentando a indignação das vítimas, já que pode ser encontrado no mercado por bem menos do que 10% do preço absurdamente abusivo.

O golpe é agravado pelo fato de os criminosos carregarem, inclusive, uma seringa para simular coleta de sangue, alegando representar a Secretaria de Saúde do município de Platina.

A Secretaria de Saúde de Platina tem sido procurada por vítimas do golpe, e medidas estão sendo tomadas para investigar e combater essa prática criminosa. A cidade conta com câmeras de monitoramento nas entradas e saídas, auxiliando na identificação do veículo utilizado pela quadrilha.

Ana Góes, secretária de saúde, acredita que a quadrilha realiza um levantamento prévio das vítimas, selecionando especificamente aqueles que vivem sozinhas, possuem debilidades ou têm pouco esclarecimento. Ela se mostra preocupada pela possibilidade de mais pessoas serem vítimas dos criminosos. 

Diante desse alerta, a população idosa de Platina é orientada a não permitir a entrada de desconhecidos em suas residências e a estar atenta a abordagens suspeitas.

A polícia foi comunicada sobre a situação e deve tomar providências.

Fonte: redação