Abordagem Notícias
SANTA CASA
ATAQUE • 23/10/2023

Ataque a tiros em escola de São Paulo deixa uma vítima fatal e três feridos

O adolescente autor dos disparos foi apreendido pelas autoridades.

Ataque a tiros em escola de São Paulo deixa uma vítima fatal e três feridos

Na manhã desta segunda-feira, um ataque chocante a tiros abalou a comunidade escolar da Escola Estadual Sapopemba, localizada na Zona Leste de São Paulo. Um aluno de 15 anos, também frequentador da instituição, entrou armado nas dependências da escola e abriu fogo contra seus colegas. O trágico incidente resultou na morte de uma aluna e deixou três estudantes feridos. O atirador tem 16 anos de idade e era aluno da escola onde praticou os crimes

A vítima fatal, identificada como Giovanna Bezerra Silva, uma jovem de 17 anos, foi atingida na cabeça e, lamentavelmente, não resistiu aos ferimentos. Além dela, duas outras pessoas foram baleadas no tórax e na clavícula. Um quarto aluno ficou ferido ao tentar escapar durante o ataque. Detalhes sobre o estado de saúde dos feridos ainda não foram divulgados pelas autoridades.

O adolescente autor dos disparos foi apreendido pelas autoridades, e a arma usada no ataque também foi confiscada. Até o momento, não foram divulgadas informações sobre a motivação por trás desse ato de violência ou sobre a origem da arma.

O governo do estado de São Paulo emitiu uma nota oficial lamentando o triste episódio e expressando solidariedade às famílias das vítimas. O comunicado destacou a prioridade de prestar atendimento médico e apoio psicológico aos alunos, familiares e profissionais da educação afetados por essa tragédia.

Não é a primeira vez que o sistema de ensino paulista enfrenta uma situação de violência. Em março do mesmo ano, um ataque ocorreu na Escola Thomazia Montoro, onde uma professora perdeu a vida e outras quatro pessoas foram esfaqueadas. O governo estadual anunciou que analisará medidas a serem tomadas para abordar a crescente preocupação com a segurança nas escolas.

Giovanna é a caçula de um casal de irmãos e havia acabando de receber seu primeiro salário, como auxiliar de escritório. Ela sonhava em ser advogada. 

Este ataque, além de causar dor e consternação à comunidade escolar e à sociedade, lança uma luz sobre a necessidade urgente de abordar a segurança em ambientes educacionais, protegendo os estudantes e proporcionando um ambiente de aprendizado seguro. À medida que as investigações continuam, a busca por respostas e soluções também se intensifica.

Fonte: redação - fotos redes sociais




lena pilates
Pharmacia Antiga