NOTÍCIA

02/05/2021

Motorista do acidente que matou psicóloga em Assis é solto após pagar fiança

Maria Flávia Camoleza tinha 26 anos; ela foi sepultada neste domingo.


Motorista do acidente que matou psicóloga em Assis é solto após pagar fiança

O motorista Murilo Almeida Machado, 24 anos, que foi preso após o acidente que matou a psicóloga, Maria Flávia Camoleze, de 26 anos na madrugada deste sábado (1º), na Travessa Sorocabana, perto da Praça Arlindo Luz, foi liberado após pagamento de fiança de 7 salários mínimos, o que corresponde a R$ 7,7 mil.

Maria Flávia estava no banco de passageiros do veículo que bateu em um prédio comercial às 2h38. A Polícia Civil investiga se o motorista,  participava de um racha. Com ferimentos de natureza leve, o dentista foi  internado, passou por uma cirurgia no joelho, e ficou sob escolta policial. 

Segundo a Polícia Civil, Murilo foi preso em flagrante por homicídio culposo e por apresentar sinais de embriaguez. Foi arbitrada fiança, ele passou por audiência de custódia e a pagou. Além do pagamento, o condutor teve de entregar a CNH - Carteira Nacional de Habilitação e não pode sair da cidade sem autorização do juiz que assumiu o caso.

O delegado seccional de Assis, Ricardo Fracasso, conta que as imagens das câmeras de segurança que registraram, com precisão o acidente, estão sendo analisadas. Testemunhas serão ouvidas, uma vez que existe a possibilidade de ter havido um racha. (Veja o vídeo abaixo)

O video de monitoramente externo de uma casa localizada na rua Floriano Peixoto, bem perto do local do acidente mostra dois carros brancos (o Gol de Murilo e um HB-20) emparelhados, em alta velocidade.  É possível ouvir sons de carro acelerando, frenagem e derrapagem antes da batida, de forte impacto.

Maria Flávia Camoleze foi enterrada na manhã deste domingo (2) no Cemitério Municipal de Cândido Mota, sob forte comoção de familiares e amigos. Solteira, Maria Flávia era filha de José Augusto e Eliane Camoleze Augusto. 

 

 



Compartilhe: