NOTÍCIA

07/01/2021

Assis se concentra em Cândido Mota no ‘tratoraço’ realizado nesta quinta-feira

Os maquinários estão estacionados na praça da igreja matriz e saem para as ruas às15h.


Assis se concentra em Cândido Mota no ‘tratoraço’ realizado nesta quinta-feira

Mesmo com anúncio do Governo do Estado sobre a suspensão do aumento do ICMS, produtores rurais alegam que é parcial e não atende outros pleitos importantes, e assim, se reúnem em diversos pontos do estado nesta quinta-feira, 7, desde às 7h, para exigir que o governador João Doria derrube a lei que aumenta a alíquota de ICMS sobre insumos agropecuários e outros itens que impactam os custos de produção do setor. Em alguns municípios, tratores tomam as ruas e avenidas para chamar atenção da população, movimento conhecido como “tratoraço”.

Assis se uniu ao município de Cândido Mota na manifestação que é organizada por sindicatos de produtores e cooperativas de todo Estado, e já teve adesão de pelo menos 200 municípios.

Na região, além de Cândido Mota e Assis, Campos Novos Paulista, Ibirarema, Maracaí, Ourinhos, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas Paulista, Rancharia, Ribeirão do Sul e Salto Grande confirmaram participação.

Em Cândido Mota, nas duas primeiras horas já havia uma média de 50 tratores concentrados na praça da igreja matriz. A intenção é permanecer no local até às 14h30 e sair para voltas pelas ruas Coronel Valêncio Carneiro e Henrique Vasques.


O Decreto nº 65.254/2020, publicado em outubro de 2019 pelo Governo do Estado de São Paulo, que faz parte da reforma tributária paulista, limitou as isenções do ICMS a partir do 1º de janeiro de 2021, para as várias operações, inclusive para os produtos agropecuários, que tem taxação de 4,14%. Segundo os produtores, o aumento dos impostos incide sobre a cesta básica, e, em cascata, atingirá a economia paulista como um todo. Para a categoria, a parcela da população mais atingida pelos aumentos será a de menor renda, onde o item alimentação tem enorme peso em seus rendimentos.

Segundo os organizadores, a manifestação é contra a decisão do Governo do Estado de aumentar o ICMS dos insumos agropecuários e de outros produtos, e o objetivo do ‘tratoraço’ é reverter esta decisão.

 

Redação Abordagem 

 



Compartilhe: