NOTÍCIA

10/12/2019

Alunos da Escola Municipal 'Gilberto Lex', de Tarumã, realizam a 1ª Paralimpíada Escolar.

Houve uma série de dinâmicas, parte de um projeto da escola.


Alunos da Escola Municipal 'Gilberto Lex', de Tarumã, realizam a 1ª Paralimpíada Escolar.

No dia 18 de novembro, foi realizada na Escola Municipal 'Gilberto Lex', de Tarumã-SP, a abertura da 1º Paralímpiada Escolar, com as participações dos alunos, professores, comunidade, pais de alunos, integrantes do projeto “Vida Ativa”, da secretária Municipal da Educação (Sandra Regina Moura), da diretora da escola (Claudia Maria Manzoni),d o coordenador (Tiago Escame Gimiliane), das representantes de carregar a tocha olímpica (Letícia Wolke Effgen e Cleusa Teixeira) e da coordenadora do “Vida Ativa” (Géssica Moraes de Oliveira).

A Paralímpiada Escolar foi implantada no ambiente de ensino para a valorização e aceitação das diferenças presentes em cada indivíduo, tendo como desafio colocar em prática os preceitos da educação especial, que é o de transformar a escola em um espaço igualitário, onde todos os alunos possam estar incluídos no processo de ensino aprendizagem, com visões de igualdade, equidade,melhorar sua agilidade, trabalhar sua autoestima, socializar ideias, aprender a viver em grupo e participar da sociedade de forma efetiva, conforme explica a professora Alva Valéria Moro Labs

Os jogo, segundo acrescenta, são fundamentais para o desenvolvimento das habilidades motoras, sendo considerado como uma atividade interativa, social, cultural e construtiva na formação do individuo. Os alunos interagiram muito e se divertiram com a experiência. 

"Cabe ressaltar que a paralímpiada foi um facilitador do processo de ensino aprendizagem, com a criação de estratégias, contribuindo na construção do conhecimento, estimulando a cooperação, a  competição positiva, descobertas, escolhas, desenvolvimento da imaginação, da criação de estratégias, limites para viver em grupo, a cooperação e a competição positiva", destaca a professora. 

Durante as dinâmicas, houve volta na quadra com a tocha olímpica, a corrida - com ou sem obstáculos com os olhos vendados, o vôlei adaptado, com a participação dos alunos do 3º ano A, 4º ano A e B e 5º ano A e alguns Integrantes do projeto Vida Ativa. O professor de Educação Física,  Célio Negrão, foi o responsável desenvolvimento das atividades, que contou com premiação de medalhas para os primeiros lugares.

Esta atividade é uma das etapas do Projeto "Ampliando Possibilidades de Aprendizagem e Construindo Novos Saberes", com os alunos do 4ºAno B, da professora Alva Valéria Moro Labs.

 

Redação Abordagem

Fotos Divulgação




Compartilhe: