NOTÍCIA

13/11/2019

Biotina: saiba mais sobre o uso da vitamina nos cabelos

Saiba por que os cosméticos com o elemento são tão procurados.


Biotina: saiba mais sobre o uso da vitamina nos cabelos

Também conhecida como vitamina B7 ou H, a biotina faz parte do complexo B e está ligada ao metabolismo das gorduras, das proteínas e dos carboidratos no organismo, sendo também uma ótima fonte de regeneração para os cabelos, a pele e as unhas. Seu uso reúne, portanto, diversos benefícios, transformando-a em um componente que gera cada dia mais curiosidade entre os brasileiros.

O nutriente, que pode ser consumido por meio da alimentação, de suplementos alimentares ou via uso tópico (na pele), é atualmente muito procurado nos rótulos de cosméticos, isso devido aos diversos benefícios atribuídos à sua aplicação contínua.

Principais benefícios da biotina
De forma geral, a B7 é maravilhosa para fins estéticos. Além de fortalecer cabelos e unhas, ela também auxilia no metabolismo de lipídios (gorduras), proteínas e carboidratos, mantendo a pele mais saudável e impedindo o ressecamento.

Excelente para os fios
Para os cabelos, a biotina é tudo de bom mesmo! Entre os destaques dos benefícios para as madeixas estão o estímulo do crescimento, a prevenção do aparecimento de fios brancos, a recomposição da espessura, o fortalecimento e o rejuvenescimento. A B7 também é extremamente indicada em casos de queda, seja feminina ou masculina.

No caso do consumo via oral da biotina, a circulação sanguínea fica responsável por entregar o nutriente ao bulbo capilar – no caso do tratamento do couro cabeludo. Por isso, costuma ser indicada por muitos médicos como um combinado, oferecendo não só a vitamina ao paciente, mas também fármacos coadjuvantes que aumentam a circulação de sangue no local em que se quer tratar.

O uso tópico – ou externo - da vitamina, por outro lado, deposita a substância exatamente no local em que ela deve estar. Embora os efeitos internos não sejam tão pronunciados nesse caso, os fios ganham, diretamente, muita hidratação, brilho e sedosidade.

Biotina em excesso faz mal?
A biotina não é acumulativa, portanto seu uso contínuo não é ruim para os fios. O risco só atingiria consumidores alérgicos; porém, indivíduos com esta característica na população são raríssimos, tornando o uso da B7 bastante seguro. Há restrição apenas para consumidores que apresentem histórico de hipersensibilidade ao ingrediente. 

Curiosidades:
- Algumas das principais fontes alimentares da biotina são: fígado, noz, avelã, amêndoas, tomate, peixe, leite, gérmen de trigo, ovos, banana, cenoura e cebola;
- Ela também é produzida por bactérias presentes no intestino;
- Outra forma de consumir a biotina, é por meio de suplementação.

Produtinhos da Inoar  [❤]
Para quem deseja investir no crescimento dos cabelos, a Inoar conta com duas dicas preciosas: a linha de produtos #Bombar Super Vitaminas é rica em óleo de rícino, possui um blend de manteigas e vitamina C, sendo ideal para todos os tipos de cabelo; o Bombar Coconut, por sua vez, possui óleo e leite de coco, sendo rico ricos em vitamina E e ácidos graxos, e é para cabelos secos e danificados.


Compartilhe: