NOTÍCIA

04/10/2018

Candidato ao Governo de SP sofre atentado a tiros, diz polícia

Informações foram publicadas nas redes sociais de Major Costa e Silva.


Candidato ao Governo de SP sofre atentado a tiros, diz polícia

O candidato ao Governo de São Paulo Major Costa e Silva (DC) sofreu um atentado a tiros enquanto voltava de uma agenda de campanha na noite desta quarta-feira (3), na região do ABC Paulista. As informações preliminares dadas pela polícia também foram publicadas nas redes sociais do candidato.

Segundo informações publicadas no Facebook de Costa e Silva, homens em motos fecharam o veículo que o candidato estava enquanto passava na estrada Mauá-São Paulo e atiraram contra o carro. O candidato não foi ferido.

O motorista identificado como Capitão Munhoz teria sido atingido e o veículo capotou e caiu em um rio. O capitão, que seria o coordenador de campanha de Costa e Silva, estaria com um colete balístico.

O candidato ainda teria atirado contra os homens nas motos, mas os suspeitos conseguiram fugir do local.

A equipe de campanha do candidato disse, pelas redes sociais, que as duas vítimas estão fora de perigo, com leves escoriações. Os dois foram levados para um hospital na região do ABC Paulista, mas “por questão de segurança nos foi solicitado o sigilo do nome do hospital”.

O candidato tem 41 anos e é major do Exército. Segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo Ibope, o Major Costa e Silva é o quinto colocado para o Governo paulista, com 3% das intenções de voto.

De acordo com informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), uma das propostas de governo de Costa e Silva é "o resgate e a proteção dos valores éticos da Família e a satisfação plena de suas necessidades".

O candidato não tem nenhum bem declarado no TSE e recebeu um total de R$ 25.358,00 para a campanha. 

Fonte R7



Compartilhe: