Abordagem Notícias
Unifio
ASSIS E REGIÃO • 05/04/2024

Dengue avança no centro-oeste paulista e mais 5 mortes pela doença são registradas na região

Em Jaú (SP) e Cândido Mota foram registradas as primeiras mortes pela doença em 2024.

Dengue avança no centro-oeste paulista e mais 5 mortes pela doença são registradas na região

O Painel de monitoramento de dengue do Estado de São Paulo confirmou, nesta semana, mais 5 mortes por dengue em cidades do centro-oeste paulista.

Em Jaú (SP) foram confirmadas duas mortes em decorrência da doença, as primeiras do município em 2024. As vítimas eram dois idosos de 60 e 65 anos. Na cidade já foram registrados, até a última atualização do Painel de Monitoramento, 662 casos da doença.

Em Cândido Mota (SP), também foi registrada a primeira morte por dengue do ano, um idoso de 85 anos. O município já acumula 268 registros da doença.

Já em Bariri (SP), um idoso de 84 anos foi a sexta vítima decorrência de dengue na cidade. O município é o terceiro com mais casos da doença no centro-oeste paulista, com 2.932 registros e também ocupa a terceira posição com mais mortes, atrás apenas de Marília(SP) e Pederneiras (SP), com 7 óbitos cada.

Até a última atualização desta quarta-feira (3), o Painel de Monitoramento da Dengue do Estado de São Paulo apontava mais de 28 mil casos de dengue e 33 mortes pela doença no centro-oeste paulista.

Os municípios com maiores índices são: Botucatu (SP), com 5.962 registros e 2 mortes, Marília, com 3.876 registros e 7 mortes, Bariri, com 2.932 registros e 5 mortes, e Pederneiras, com 2.082 casos e 7 mortes.

Óbitos pela doença também foram registradas em Boracéia (SP), com 3 mortes, Lençóis Paulista (SP), com 3 mortes, e Pongaí, com 1 morte.

Em Assis, segundo o último Boletim Epidemiológico da Dengue divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde no dia 2 de abril, a cidade já soma 2.293 notificações, sendo 1.426 casos positivos da doença, 478 negativos e 260 aguardam o resultado do exame.

Fonte: Redação e G1 Marília




lena pilates
Pharmacia Antiga