Abordagem Notícias
Unifio
POLÍCIA • 05/02/2024

Mulher é presa em flagrante após atacar viatura da PM em Cândido Mota

Segundo BO, a mulher estava embriagada.

Mulher é presa em flagrante após atacar viatura da PM em Cândido Mota

Na noite do último sábado, dia 3 de fevereiro, a tranquilidade na zona rural de Cândido Mota foi abruptamente interrompida por uma briga generalizada, culminando em um ataque de uma mulher que resultou em prisão em flagrante. Por volta das 23h15, a Polícia Militar foi acionada para conter a situação, deslocando-se rapidamente até a rua de onde partiu o chamado. 

Ao chegar ao local, os policiais encontraram um homem do lado de fora, visivelmente ferido na boca. No entanto, a tensão aumentou quando uma mulher saiu da residência e partiu em direção à viatura, desferindo tapas e joelhadas que resultaram em danos significativos, incluindo um amassado no para-lamas dianteiro da viatura patrimônio I-32017. Os policiais, diante do ataque, tiveram que contê-la usando o bastão tonfa, enquanto familiares tentavam sem sucesso acalmá-la.

A mulher, aparentemente embriagada e com ferimentos decorrentes da briga anterior, resistiu à prisão, tornando o processo ainda mais desafiador para os policiais. Apesar de não esclarecerem os motivos da briga inicial, os policiais conduziram a mulher ao plantão policial para as devidas providências. Uma perícia foi realizada na viatura danificada, confirmando um amassado visível.

Diante dos fatos, o delegadoplantonista determinou a prisão em flagrante, imputando os delitos de dano qualificado e resistência, conforme os artigos 163, § único, III e 329 do Código Penal. A custódia provisória foi ordenada devido à presunção de perigo na liberdade da agente, considerando a soma das penas máximas que ultrapassam quatro anos.

Fonte: redação




lena pilates
Pharmacia Antiga